Cushionmanía, A Nova Tendência De Beldade Que Vem Da Ásia 2

Cushionmanía, A Nova Tendência De Beldade Que Vem Da Ásia

A indústria da graça é um dos setores mais sólidos na Coreia do Sul. Nesse povo, os produtos pro cuidado da pele (está mal visto conduzir a pele bronzeada), toda a gama de maquiagem e as cirurgias estéticas,têm um público fiel que lhes gera grandes ganhos financeiros.

É por isso que não é de admirar que possa ser na Coréia do Sul e alguns países vizinhos em que se desenvolvam as últimas tendências em truques de boniteza. Depois de cinco anos com grande sucesso no povo, começa a aterrar em Portugal uma nova “forma” de maquiagem que têm denominado como “cushionmanía” a começar por “RReportTV”. Trata-Se de uma apoio de maquiagem que é aplicado com uma esponja, uma almofada (cushion significa travesseiro ou almofada em inglês), e que ao mesmo tempo hidrata a pele, e tem proteção solar.

  • Se você é diagnosticado em paciente com um tipo de infecção
  • 1 Maquiagem para os olhos Passo a Paso1.1 Passo 1: Use sempre um Primeiro para firmar o seu make-up
  • sete Desde o século XV se chama Português
  • quatrorze – Tratamento pro cabelo ao longo do verão
  • 1991: “Best Ou’ Boingo”

Em resumo, é uma espécie de creme BB compacta que é aplicado com uma esponja antibacterial. Os especialistas consultados por RReportTV indicam que esse artefato é ideal para quem não gostam de perder tempo com técnicas complicadas de maquiagem.

Ao mesmo tempo, corta a necessidade de utilizar escovas e pincéis. As mulheres asiáticas, especialmente os sul coreanas são muito detalhistas quanto à maquiagem e produtos de lindeza se cita. Seu acabamento “excelente”, e seu padrão compacto seriam fração das chaves de teu sucesso desse mercado.

a Part e “Fortune” incluíam, nomeadamente, o “fenômeno” da indústria da lindeza na Coreia do Sul. “As companhias coreanas está produzindo coisas inovadoras a um ritmo sem precedenes, e isso tem sido alimentado pelo poder dos clientes por fazer o que desejas que seja por ter uma pele interessante.

As mulheres coreanas têm uma outra forma de chegar a graça. Elas não confiam seus cuidados com a pele em um único produto e não fazem uso maquiagem só para ocultar as falhas”, falou Chang. As coreanas tem rotinas diárias de belezas, que adicionam inúmeros produtos e várias etapas, entre 10 e 17. “Não é uma tarefa irritante para elas. Vêem-no como um ritual, ou como uma experiência de “mimo”, diz.

“A Gunilla” é o ramo editorial do Museu do Instrumento do Objeto. Newman fundou esta organização, como sócio Gonzalo Tassier, para divulgar obras relacionadas ao Projeto e Coleccionismo. O nome do editorial decorra da comunidade que se chama a Lagunilla, que tem um mercado famoso pra colecionadores. Livros publicados por esta organização acrescentam “Mextencil”por naufal e “Arte Cidade” por Flavio Montessoro, ambos focam-se na arte “urbano” ou da avenida, em geral, graffiti e stencils. ↑ a b c d e f “Bruno Newman”.

Lisboa: Instituto para a Segurança e Democracia, AC. ↑ a b c “Bruno Newman e Marta Mejía”. México: Fundo de Cultura Econónica. ↑ a b c d Suqi, Rima (dezesseis de fevereiro de 2011). “A Collector of Everyday Objects on His New Museum in Mexico City”. New York Times (Nova York).